Ami Lambert

Rua Adolfo Bastos, 495 - Santo André - SP

Seg. à Sex.
9:00 às 18:00

Sábados das 8:00 às 12:00

Noticia



Ami Lambert
Qual a diferença entre fertilização in vivo e in vitro?

A técnica de reprodução assistida onde a fertilização ocorre in vivo é mais conhecida como inseminação artificial. A mesma ocorre da seguinte maneira: realiza-se uma indução da ovulação na mulher e na época em que ela ocorrer, prepara-se o sêmen do parceiro o qual é introduzido dentro da cavidade uterina da mulher.

Já na fertilização in vitro, o médico captura um óvulo e coloca milhares de espermatozoides ao seu redor. O mais capacitado o fecundará. O embrião fica por dois a três dias no laboratório em um ambiente que imita o corpo da mulher (controle da temperatura, umidade, gás carbônico e partículas no ar). Após esse período, é transferido para o útero materno e pode ocorrer ou não a chamada implantação (fenômeno em que o embrião se prende ao útero). Sem a implantação, não ocorre a gravidez. Na técnica ICSI (injeção intra-citoplasmática de espermatozoide), o médico seleciona o espermatozoide e o injeta no óvulo. Nesse procedimento, o embrião também é transferido para o útero dois a três dias depois, podendo haver ou não a implantação. Esse método é recomendado para homens que possuem baixíssimas taxas de espermatozoides no sêmen ejaculado.

Dr. José Roberto Lambert

Voltar