Ami Lambert

Rua Adolfo Bastos, 495 - Santo André - SP

Seg. à Sex.
9:00 às 18:00

Sábados das 8:00 às 12:00

Noticia



Ami Lambert
TABACO E INFERTILIDADE

As centenas de substâncias nocivas do cigarro diminuem a oferta de oxigênio nos tecidos, inclusive dos ovários, comprometendo a qualidade dos óvulos.

O tabaco também pode afetar a fertilidade masculina, diminuindo a qualidade do sêmen. Porém o efeito nocivo crônico é mais acentuado nas mulheres, porque o homem produz linhagens de espermatozóides a cada três meses, enquanto a mulher já nasce com os óvulos prontos.

Os malefícios do fumo podem atingir também os bebês. Os filhos de mulheres fumantes são geralmente menores e de baixo peso, pois têm o crescimento uterino prejudicado pelo fato de ter menos oxigênio e nutrientes. E são mais propensos a serem fumantes se a mãe fumou durante gestação.

Em relação à fertilidade feminina, quanto maior a exposição, maiores os danos, que podem se tornar irreversíveis, observa-se maior taxa fragmentação do embrião ,isto e embriões de mal qualidade e diminuição nas taxas de implantação e aumento de taxa de abortos. O cigarro durante a gestação pode também desenvolver quadro de osteogênese imperfeita no feto, associados quadro crescimento intra-uterino restrito.



Voltar